Dr. Frederico  Campos

 
Agende sua consulta
endoscopia 2.jpg

Endoscopia Digestiva Alta

colonoscopia.jpg

Colonoscopia

O que é a Endoscopia Digestiva Alta?

       A endoscopia é realizada para examinar o esôfago, o estômago e o duodeno, através da introdução por via oral de um aparelho flexível. Este aparelho possui sistema de fibras óticas e uma microcâmera que ilumina o interior dos órgãos e proporciona a visão completa, auxiliando no diagnóstico de doenças do aparelho digestivo alto através de biópsias, no acompanhamento do seu tratamento e também na remoção de lesões como pólipos, tratamento de úlceras hemorrágicas, varizes de esôfago e outros procedimentos terapêuticos.

Preparo

      É necessário jejum absoluto de 8h, até mesmo de líquidos. Utiliza-se também a aplicação do anestésico na forma de spray na garganta, cujo efeito persiste por aproximadamente 45 a 60 minutos, período no qual deve-se evitar ingestão de alimentos ou líquidos para prevenção de engasgos. A presença de acompanhante para a realização do exame é obrigatória, independente da utilização de sedativo endovenoso.

O que é a Colonoscopia?

      É um procedimento que permite a visão do cólon e reto (intestino grosso) através de um aparelho que possui uma pequena câmera, introduzido pelo ânus. O procedimento é realizado para diagnosticar doenças, retirar pólipos (pequenos tumores malignos ou benignos) e obter biópsias (retirada de amostras de tecidos para análise).

Preparo

         O exame é realizado com uma dieta leve líquida na véspera, e a ingestão de laxativos horas antes do exame, com objetivo de eliminar todo o conteúdo de fezes do cólon. Este preparo pode ser realizado completamente em casa ou parcialmente no Hospital e é essencial para a realização do exame, possibilitando a visualização da mucosa do intestino grosso.

Arietta-850-EUS-Processor_Clinical-073.j

Ecoendoscopia/Ultrassom endoscópico

 O que é a CPRE?

      A colangiopancreatografia retrógrada endoscópica ou CPRE é um procedimento indicado para avaliação diagnóstica e tratamento das doenças que acometem os ductos de drenagem do fígado e do pâncreas (as vias biliares intra e extra-hepáticas e o canal pancreático principal ou ducto de Wirsung, respectivamente).
      As principais manifestações das doenças que cursam com lesão nos ductos pancreáticos e biliares são icterícia (olhos e pele amarelada), dor abdominal, febre e alterações bioquímicas nas enzimas hepáticas e pancreáticas. Esses sinais e sintomas podem ser decorrentes de cálculos e tumores biliares, tumores e cistos pancreáticos, pancreatite crônica, doenças do fígado, extravasamentos após trauma ou cirurgia e estreitamentos inflamatórios ou pós-cirúrgicos das vias biliares.

O que é a Ecoendoscopia/Ultrassom endoscópico?

      A ecoendoscopia digestiva ou ultrassonografia endoscópica é um procedimento que combina endoscopia digestiva e ecografia de alta resolução. Trata-se de um endoscópio flexível, especialmente equipado com uma sonda (transdutor) de ecografia em miniatura acoplada à extremidade distal que permite a realização de ecografia no interior do tubo digestivo. abitualmente, a ecoendoscopia é solicitada na sequência de exames endoscópicos e/ou de imagem, com o objetivo de esclarecer achados desses exames ou complementar a investigação.

      As indicações mais frequentes para sua realização são o estadiamento de tumores do aparelho digestivo, a avaliação de lesões subepiteliais da parede do tubo digestivo e a avaliação de doenças biliares e pancreáticas.
Geralmente é administrado um sedativo por via endovenosa que irá ajudá-lo a relaxar.

endoscopic-submucosal-dissection.jpg

Ressecções endoscópicas

capsula.jpg

Demais procedimentos

O que é a ressecção endoscópica?

       Procedimento indicado para a ressecção de lesões neoplásicas ou pólipos em estágio precoce localizados no esôfago, estômago, duodeno, reto e cólon, por via endoscópica. A lesão é retirada em bloco e com margem de segurança, utilizando a técnicas como a Dissecção Endoscópica de Submucosa (ESD), mucosectomia (EMS), ou por técnicas híbridas com acessórios especiais e unidade eletrocirúrgica especializada.

     A ESD possibilita maiores taxas de cura e menor índice de recidiva local em comparação às técnicas tradicionais de mucosectomia. A busca de um profissional especializado permite uma maior chance da cirurgia ser curativa, de não ocorrer disseminação e recidiva local. A primeira tentativa pode ser a única.

O que é:

-- Cápsula endoscópica.

-- Gastrostomia e jejunostomia endoscópica.

-- Endoscopia e colonoscopia Pediátrica

-- Dilatação endoscópica.

-- Implante de proteses endoscópicas/colonoscópicas.

-- Ligadura elástica de Varizes Esofágicas e Hemorroidárias.

-- Diverticulotomia de Zenker

-- POEM

-- Tratamento com argônio

-- Tratamento do Barrett 

-- Tratamento endoscópicos de fístulas (ex vácuo)

-- Implante de balão intra gástrico

-- Tratamento de reganho de Peso Pós bariátrica (argônio)

Você Sabia?

%

Dos Adultos

Mi

De Pessoas

Da População

Em cada 100 Pessoas

é  portador da bactéria H. Pylori, que pode causar gastrite e aumentar a chance de desenvolver o câncer gástrico.

tem gordura no fígado e esta já é a principal causa de cirrose  hepática no mundo.

apresenta sintomas frequentes de refluxo e mais da metade da população terá os sintomas pelo menos uma vez na vida

é  portador da sindrome do intestino irritavel. As mulheres são acometidas 2 vezes mais pela doenças que os homens

Depoimentos

Joana Darc  Lima 

Recomendo o Dr. Frederico Campos, estava entre a vida e a morte no HC-UFMG e como um anjo ele apareceu na minha vida. Médico humano e competente.

%23%23%23%23Dr_edited.png

Ester de Castro L. Brunow

Estava em tratamento em uma cidade no interior e após 3 procedimentos CPRE fui encaminhada ao Dr. Frederico que conseguiu resolver o meu caso. Devo minha vida a ele. 

Ivone Silva

Um médico sem igual. Atencioso, atualizado, comprometido com o paciente. Sempre recomendo o Dr. Frederico Campos.